segunda-feira, 16 de junho de 2014

Pelo carinho de pai
Pagarei com minha boca entre o seu falo e  ânus.
Pela dedicação inclusiva,
Te darei minha vagina e minha vulva.

Por todo carinho e orientação,
Estarei aqui de pernas e ventres abertos.
Pelo sucesso da vida,
Retornarei com gozo e prontidão.

Toda vez que de mim precisares
Meu mensurador !
Estarei aqui poderosa,
Como me fizestes
Como a mim criou

Na certeza,
Que de pernas abertas, te conheci
De pernas abertas aqui estou. . .